Tipos de vinhos

Hoje vamos falar sobre os tipos de vinhos e como eles são feitos. Para começar vamos falar sobre o branco, porque todos os outros processos são praticamente iguais ao do branco. O que vai diferenciar é muito pouca coisa que vai determinar qual o tipo de vinho que tem pela frente.

vinho-brancoNo vinho branco, as uvas são colhidas, depois separam todos os galhos e as impurezas, ele vai pra uma prensa. A prensa literalmente aperta aquela uva, tirando aquele mosto, suco da uva, separando da casca e da semente, ele vai para um tanque de aço inox, onde é feita a inoculação com levedura, igual ao fermento de pão. Essa levedura vai comer aquele açúcar da uva e vai transformar em gás carbônico e álcool, no caso do vinho branco, o gás carbônico é dissipado, ou seja, o tanque está aberto para que não seja comprimido e vire a borbulha e fica somente o álcool, dependendo de cada enólogo, ele vai deixar um certo tempo dentro do tanque fermentando, o vinho branco, terminando a fermentação, pode ir para barril de carvalho ou vai direto para filtração para ser engarrafado para virar um vinho branco.

vinho-roseNo vinho rosé o processo é igual ao do branco, só que pode ser feito de duas maneiras. Fermenta-se uma uva branca e fermenta-se uma uva tinta. Após o processo pronto, faz-se uma mistura das duas uvas, então o enólogo vai determinar qual a quantidade que ele quer exata de vinho branco e de vinho tinto, para chegar na coloração. O outro mais tradicional é quando ele pega a uva tinta e faz o processo de fermentação, só que durante a maceração, ele deixa muito pouco tempo. Questão de minutos ou então de uma hora. Este vai extrair essa cor até a cor que ela quer.

vinho-tintoO vinho tinto, o mais conhecido por todos nós, o mais vendido e que todo mundo adora, além de ter os maiores benefícios para o corpo humano, ele é feito igualmente ao vinho branco, só que o contato da casca é um pouco maior. As uvas são tintas, quanto mais contato, mais cor será extraída e mais estrutura de corpo o vinho terá. Depende do estilo do enólogo, o que ele quer apresentar para o consumidor.
 

vinho-espumanteO vinho espumante é super complicado, quase ninguém sabe como tomar, o que é um vinho, o que é um espumante, vinho espumante é um vinho gaseificado, feito naturalmente, ele é fermentado igual ao vinho branco e depois acontece uma segunda fermentação, nessa segunda fermentação, o gás carbônico é comprimido dentro de um tanque de aço inox ou dentro da própria garrafa feita em champanhe na França. A maioria é feita em aço inox, o processo é mais acelerado, mais rápido e mais fácil, além de mais barato. Por isso os espumantes são mais baratos. O gás fica todo comprimido e enjaulado na garrafa.

vinho-licorosoO vinho licoroso é feito com colheita tarde, porque a uva é demorada para ser colhida das parreiras, a uva passa por um processo de pacificação, virando uma uva passa branca, após virar a uva passa, a concentração de açúcar é muito grande. Assim sobra um residual de açúcar um pouco maior no vinho, sendo o grau de álcool muito maior, quanto mais açúcar, maior o nível de álcool. Depois o processo é igual ao vinho branco.
 

vinho-portoO vinho do porto é muito visto nos restaurantes, muitas pessoas gostam de comprar porque acham que literalmente veio do porto de Portugal. O que difere o vinho do porto é o processo que é feito, ele vem da região do Porto em Portugal, só que a fermentação é interrompida num processo que vai deixar ele num nível de açúcar um pouco maior que os outros e depois é inserido um licor de expedição, como se fosse uma cachaça de vinho, elevando o nível de álcool no vinho. Com o aguardente vínica o álcool eleva e o açúcar também fica elevado, formando o vinho do porto.

 

Espero que vocês tenham gostado da explicação. Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *